Bolsa Família 2020: Calendário, Valor, Tabela, Datas OFICIAL

Considerado um dos principais programas criados para ajudar as famílias carentes, o Bolsa Família 2020 auxilia pelo menos 13 milhões de pessoas no país. Com a chegada de um novo ano, a população quer saber todas as mudanças e novidades que o rodeiam. Pois para muitas famílias, o valor do Bolsa Família 2020 é essencial para sair da miséria.

Bolsa Família 2020

Bolsa Família 2020

Conheça o programa Bolsa Família

Criado pelo Governo Federal, o programa Bolsa Família é o maior programa de distribuição de renda no Brasil.

São milhares de adultos e crianças que recebem mensalmente um valor para deixarem de viver em extrema pobreza. Graças ao sistema muitos encontram formas de adquirir bens básicos para sobrevivência, como alimentação e remédios.

Por ser tratar da distribuição de renda para as famílias que realmente necessitam de ajuda, existem critérios a serem seguidos. Veja mais detalhes sobre o Bolsa Família a seguir.


Como funciona o Bolsa Família 2020?

Por existir um real cuidado nesse benefício, é necessário ficar sempre atento sobre como funciona o Bolsa Família.  

Como falamos anteriormente, esse programa auxilia as famílias que atendem aos requisitos de participação. Atuando como um complemento de renda e possibilitando o acesso aos direitos básicos. 

Sem muita demora, a solicitação pode ser feita na cidade onde você reside. Comparecendo até um atendimento de Assistência Social como o CRAS ou CREAS.

Entregando todas as documentações necessárias de cada membro da família, o sistema vai analisar os dados para a possível contemplação. Atendendo aos critérios, a família recebe mensalmente o valor do Bolsa Família 2020.


Cadastro Bolsa Família 2020 (CadÚnico)

Para que as famílias estejam aptas a participar do programa, é necessário que se cadastrem no CadÚnico. Um sistema do governo que inclui os dados de todos os cidadãos que vivem em vulnerabilidade social. 

Por isso, não existe especificamente um cadastro Bolsa Família 2020. Quando são inseridas no Cadastro Único as famílias passam a ser analisadas, e se preencherem aos requisitos podem ser contempladas com o programa. 

É muito importante estar com o cadastro ativo, pois é ele quem coleta e identifica todas as famílias que estão em condições de baixa renda.

Bolsa Família 2020

Para fazer o cadastro no benefício, basta seguir as instruções abaixo:

  1. Junte os documentos necessários para a solicitação: RG e CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de residência de todos os membros que tiverem esses documentos, e Certidão de nascimento de quem não tiver;
  2. Compareça ao órgão responsável pelo Bolsa Família da sua cidade (CRAS, Secretaria de Serviço Social, ou outro);
  3. Solicite o cadastro no Cadastro Único;
  4. Você será entrevistado, e caso a assistente social solicite mais documentos, entregue-os dentro do prazo.

Quem pode receber o Bolsa Família 2020?

Quando você vai realizar seu cadastro nesse benefício, é necessário identificar cada componente de sua família. Pois é dessa forma que ocorre a identificação de quem tem direito ao Bolsa Família 2020.

Veja a seguir, as situações em que as famílias devem se encontrar para ter a participação efetivada:

  • Famílias que tenham rendimento por pessoa igual ou inferior a R$89,00 mensais;
  • Famílias que tenham rendimento por pessoas entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

As famílias que estão enquadradas neste critério, estão dentro dos requisitos para inscrição no Bolsa Família 2020. E fazem parte dos objetivos do programa, que é auxiliar financeiramente aqueles que têm poucas condições.


Novas regras do Bolsa Família 2020

Além dos principais que citamos anteriormente, é necessário que todos os membros estejam correspondendo aos seguintes critérios do Bolsa Família 2020:

  • Os responsáveis pela família têm a obrigação de manter matriculados na escola as crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos;
  • Crianças e adolescentes com idade entre 6 e 15 anos, devem apresentar 85% de frequência escolar;
  • E os adolescente com 16 a 17, também deve comprovar essa frequência, mas em um percentual de 75%;
  • Crianças e adolescentes deverão apresentar sua carteira de vacinação com todas as vacinas em dia;
  • Para as componentes que estão gestantes, devem fazer corretamente o pré-natal da criança até o seu nascimento;
  • As mulheres dos 14 aos 44 anos que se encontram amamentando, devem comprovar acompanhamento médico atualizado;
  • Crianças de até 7 anos, devem comprovar acompanhamento médico sobre o seu crescimento e desenvolvimento;
  • Não esquecer de atualizar os seus dados cadastro com o intervalo de 2 anos.

Bolsa Família 2020

Caso a família apresente alguma criança de até 15 anos que esteja trabalhando, deverá ser removida do programa. Pois não conseguirá completar os 85% da frequência escolar exigida pelo Bolsa Família 2020.


Efetuar cadastro no Bolsa Família 2020

Como já lhe informamos, depois de está com seu cadastro realizado no CadÚnico, não tem dificuldades para efetuar cadastro no Bolsa Família 2020.

O sistema vai analisar todos os dados, a composição do núcleo familiar, renda e informações gerais. Com base no número de contemplados no município, os inscritos podem ser chamados para iniciar o recebimento do programa.

É necessário que um representante da família se torne o titular do benefício e apresente todos os documentos. Normalmente, essa pessoa é o pai, mãe, irmão mais velho, e pessoa responsável pelos demais. 

Bem como nas atualizações de cadastro também. Veja a seguir, quais as documentações necessárias para o Bolsa Família.


Documentação para cadastro Bolsa Família

Sabendo que cada componente deverá ser identificado, é preciso comprovar por meio de documentos as situações cadastrais de cada um.

Confira a seguir, quais são as documentações necessários para o Bolsa Família 2020 para efetivação do cadastro:

  • Para todos os membros da família é preciso apresentar os documentos CPF, RG, título de eleitor, certidões de nascimento e casamento, e carteira de trabalho;
  • Conta de energia da residência atualizada;
  • Histórico escolar das crianças;
  • Documentos que possam comprovar a renda total de toda família.

Depois de contemplados os beneficiados podem ser chamados para fazer a atualização de cadastro no Bolsa Família.

Caso tenha alterado endereço, mudado a fonte de renda e as informações pessoais, os documentos devem ser levados para reformular a ficha de inscrição. 


Valor do Bolsa Família 2020

Para cada família, o valor do Bolsa Família é diferente. Não existe quantia máxima, mas de acordo com o portal de notícias do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a média de pagamento mensal é de R$189,21.

A definição do valor é feita com base no número de componentes e suas respectivas idades. Tendo um benefício fixo, e os adicionais dependendo da composição da família. Veja a seguir como são feitos os cálculos:

  • Benefício Básico (fixo): R$ 89,00 mensais.
  • Benefício Variável: R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00.
  • Benefício Variável à Gestante: R$ 41,00
  • Benefício Variável Nutriz: R$ 41,00
  • Benefício Variável Jovem: R$ 48,00 por mês e cada família pode acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 96,00.
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza:O valor do benefício varia em razão do cálculo realizado a partir da renda por pessoa da família e do benefício já recebido no Programa Bolsa Família. Chegando até o máximo de R$ 372,00 por mês.

Bolsa Família 2020

Para o atendimento de 13,5 milhões de pessoas com direito ao benefício. São destinados pelo menos R$2,5 bilhões de recursos mensais para o pagamento do programa. 


Calendário de pagamento Bolsa Família 2020

Depois que você é cadastrado no programa, você recebe o seu Cartão Cidadão, emitido pela Caixa Econômica Federal e usado para efetuar o saque.

É pelo número impresso nele, que você irá saber sua data para recebimento do benefício de acordo com o calendário do Bolsa Família 2020.

Funciona assim, o último número antes do dígito organiza a escala de pagamentos. Sempre nos últimos 10 dias úteis do mês. 

Para saber em qual data receberá o pagamento do Bolsa Família 2020 basta conferir o número do cartão e a organização do calendário. Caso não seja retirada, a quantia se acumula por três meses, depois pode ser suspensa ou bloqueada. 


Tabela Bolsa Família 2020

Já sabe qual é o número final do seu cartão? Então você já pode checar em qual data o seu beneficio estará disponível para saque. Confira aqui a tabela atualizada Bolsa Família 2020:

Bolsa Família 2020

Veja o exemplo do benefício com final 4. Na primeira coluna do calendário fica organizado o número referente ao programa, e na mesma linha e colunas seguintes, estão as datas de pagamento para cada mês. 


Como sacar o valor do Bolsa Família?

Assim como saber qual o dia referente ao seu pagamento, não existem dificuldades em saber como sacar o Bolsa Família.

Com o seu cartão bolsa família em mãos, mais um documento de identificação com foto, o titular deve comparecer até um dos locais de atendimentos da Caixa Econômica Federal, que são:

  • Agências da Caixa Econômica;
  • Lotéricas;
  • Posto de Atendimento Caixa Aqui;
  • Terminais Eletrônicos..

Lembrando que o valor só poderá ser retirado pelo titular do cartão, que é a pessoa responsável pelo cadastro do Bolsa Família.


Bolsa Família cancelado, o que fazer?

Depois que você efetuou de forma correta o seu cadastro, não pode esquecer de realizar sua atualização pelo menos a cada 2 anos.

Muitas pessoas ficam sem entender o porquê de acontecer o corte do Bolsa FamíliaMas, o portal do MDS orienta alguns motivos que levam ao bloqueio:

  • Identificação de rendimento superior ao informado no cadastro;
  • Descumprimento da frequência escolar, atualização da carteirinha de vacinação e consultas médicas; 
  • Indícios de fraudes. 

Existem três formas para que o MDS ou o gestor municipal realizem a suspensão do programa, todas são reversíveis:

  • Bloqueio: interrompe o saque dos benefícios, mas quando desbloqueia permite que o valor acumulado seja recebido;
  • Suspensão: interrompe o pagamento por 2 meses, e não permite que o valor acumulado seja sacado quando o benefício é retomado; 
  • Cancelamento: desligamento da família. 

A renovação do Bolsa Família 2020 é importante para que o Governo entenda, que você ainda precisa receber esse benefício.

Para reativar seu Bolsa Família bloqueado 2020, se dirija ao local de cadastro e solicite uma reativação. Leve todos os documentos atualizados para comprovar que necessita do benefício. 

Assim, com o avançar dos anos, esse valor é reajustado de acordo as situações em que os componentes se encontram. 

Quando devo fazer a atualização dos dados?

Em período menor do que dois anos, o MDS orienta que as famílias compareçam até um ponto de atendimento do Cadastro Único para atualizar seus cadastros quando:

  • Nascimento ou morte de alguém na família;
  • Saída de um integrante para outra casa;
  • Mudança de endereço;
  • Entrada das crianças na escola ou transferência de escola;
  • Aumento ou diminuição da renda, entre outros.

Consultar saldo Bolsa Família

Uma grande praticidade que temos hoje, é a possibilidade de consultar saldo Bolsa Família 2020. Existem várias formas de realizar esse procedimento sem nenhuma burocracia. Fizemos uma lista para você, dos possíveis meios de consulta. Veja:

  • Em um dos locais autorizados para o saque (Agências da Caixa Econômica, Lotéricas, Posto de Atendimento Caixa Aqui);
  • Por ligação: 0800 726 0207;
  • Através do site, clicando aqui;
  • Ou baixando o aplicativo do Bolsa Família em seu aparelho celular.

Via internet, no site da Caixa ou no aplicativo, será necessário criar um cadastro inserindo o número do NIS e informando uma senha para acesso. 


O Bolsa Família vai acabar?

Com o passar do meses, ocorreram boatos sobre o encerramento do Bolsa Família, mas que de fato eram apenas boatos. Periodicamente o governo realiza o pente-fino para descobrir possíveis fraudes e desligar pessoas que não têm direito ao benefício.

Em setembro de 2019, a mídia falou sobre a substituição do Bolsa Família que estava sendo estudada pelo governo. E que traria um programa chamado de Benefício Universal, neste caso todas as crianças entre 0 e 18 receberiam um salário de R$45 mensais. 

Independente da renda, todos teriam como garantia o recebimento mensal do benefício. E famílias com ganho de até R$250 mensais e que tivessem em sua composição crianças de até 4 anos, teriam parcela adicional de R$44.

A ideia surgiu depois que o governo encomendou uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre transferência de renda. 

No entanto, não houveram outros comunicados vindos da presidência ou da equipe econômica do país. O benefício pode estar sendo analisado e reformulado para uma possível divulgação a longo prazo. 


13º Bolsa Família

A implantação do 13º Bolsa Família registraria um marco histórico dentro do programa. Durante a comemoração de 100 dias de governo Bolsonaro, foi anunciada a promessa de pagamento da parcela adicional.

Esse beneficio consiste em um acréscimo do valor que é recebido no final do ano. É esperado que aconteça da mesma forma que o 13º salário dos trabalhadores, incluso na folha de pagamento. 

Para que seja validado o governo precisa assinar a Medida Provisória (MP) com a liberação do valor. A MP tem duração de 120 dias até que seja votada no Congresso Nacional para sancionamento. 

Por conta disso, a expectativa é que a medida seja lançada mais próxima do últimos meses de 2019 para que não haja atraso na liberação do valor.

Veja como foi o pronunciamento a respeito do assunto, feito em abril de 2019, na matéria produzida pela TV Brasil. 

* Até o fim da atualização deste artigo (em 01/10/2019) não haviam notícias sobre a validação do 13° salário do programa. 


Contatos do Bolsa Família

Se mesmo depois das informações repassadas ainda lhe restar dúvidas, entre em contato com a Caixa Bolsa Família 2020 para mais informações com o seguinte telefone Bolsa Família, confira a seguir:

  • 0800 726 0207;
  • 0800 707 2003;
  • 0800 573 0104.

Tabela INSS 2020: Alíquotas, Calendário de Pagamento Atualizado

Um momento bastante esperado por todos aqueles ligados ao INSS, é a liberação da tabela INSS 2020 anual, pois é por meio dela que é passada para a população informações como o a porcentagem das alíquotas. Dessa forma, sempre que a tabela INSS 2020 é liberada, os contribuintes e beneficiários do órgão ficam atentos para saber quais serão as regras que definirão o ano.

Tabela INSS 2020

Tabela INSS 2020

Continue lendo para saber mais informações sobre as informações oficiais liberadas pela tabela INSS!

INSS 2020

Criado pelo Governo Federal para ser o órgão público que regulariza e efetua o pagamento dos benefícios sociais. O INSS 2020 é talvez o órgão mais solicitado pela população brasileira devido as suas responsabilidades.

Veja abaixo alguns dos serviços prestados pelo INSS:

  • Salário família; 
  • Bolsa Família 2020;
  • Pensão por morte;   
  • Reabilitação profissional; 
  • Salário maternidade; 
  • Auxílio Doença;
  • Décimo terceiro Bolsa Família;
  • Aposentadoria; 
  • Auxílio-acidente; 
  • Entre outras funções.

Com isso, a Previdência Social 2020, acabou tendo de criar soluções para conseguir atender todo o público. Assim nasceu o site Meu INSS 2020 que por meio dele, o cidadão poderá realizar consultas em seus benefícios. Podendo até agendar um atendimento presencial.


Calendário INSS 2020

Ao solicitar um dos benefícios presentes no INSS, é preciso ficar de olho na perícia e se você será aceito. Caso seja selecionado, o cidadão passa a ter de ficar de olho na tabela INSS 2020 voltada para as datas de pagamentos.

✓ Veja como consultar Bolsa Família 2020

Cada pessoas terá uma data de pagamento de seu benefício de acordo com calendário INSS 2020. Veja abaixo o calendário de pagamentos na integra:

Será por meio desta tabela INSS 2020 que os beneficiários poderão saber quando os seus pagamentos serão efetuados pelo órgão.


Tabela INSS para alíquotas

Para quem está fazendo a contribuição ao INSS, é importante ficar de olho na tabela INSS 2020 voltada para as alíquotas.

Pois será por meio dela que o contribuinte saberá a porcentagem que lhe será descontada de seu salário mensalmente. Veja abaixo a tabela INSS 2020 para alíquotas contribuintes:

Tabela INSS 2020 para Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso 2020 
Salário de Contribuição (R$)  Alíquota 
Até R$ 1.751,81  8% 
De R$ 1.751,81 a R$ 2.919,72  9% 
De R$ 2.919,73 até R$ 5.839,45  11% 

Veja abaixo a tabela INSS para os contribuintes facultativos: 

Tabela INSS para Contribuinte Individual e Facultativo 2020 
Salário de Contribuição (R$)  Alíquota  Valor 
R$ 998,00  5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) *  R$ 49,90 
R$ 998,00  11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) **  R$ 109,78 
R$ 998,00 até R$ 5.645,80  20%  Entre R$ 199,60 (salário mínimo) e R$ 1.167,89 (teto)

Como consultar a tabela Previdência Social

No site oficial do INSS, é possível ter acesso a todas as informações referentes a tabela INSS. Além de poder acessar outras informações relacionadas ao pagamento do benefício e saldo em conta.

Caso você deseje ter essas informações retiradas do próprio site do INSS, basta acessar o SIPA. Confira o passo a passo a seguir para realizar este procedimento:   

  • Acesse o site do INSS, ou clique aqui;
  • Após ser redirecionado para outra página, você deverá fornecer os dados que lhe forem pedidos, como data de nascimento e número do benefício;

  • Por fim, digite o código de segurança e clique no botão “Visualizar”.

Pronto, você estrará no sistema do da Previdência Social e poderá ter acesso completo a tabela INSS 2020 e demais informações referentes ao seu benefício.

Recadastramento Bolsa Família 2020: Prazo, Como fazer Aqui!

É muito importante que todas as pessoas que já obtiveram um cadastro façam participem do recadastramento Bolsa Família 2020 do qual irá validar pelo período de mais um ano o pagamento deste benefício. Somente os membros deste programa social que fizerem o seu recadastramento Bolsa Família 2020 poderão continuar recebendo os valores, pois caso contrário, o benefício será cortado.   

recadastramento Bolsa Família 2020

Recadastramento Bolsa Família 2020

Para saber como realizar o seu recadastramento do Bolsa Família, continue lendo este artigo e saiba mais!

Recadastramento Bolsa Família 2020

Sendo este o maior e mais importante programa de distribuição de renda de todo o país. O Bolsa Família ajuda atualmente milhões de brasileiros em todos os estados do Brasil.

Por meio do dinheiro pago do Governo Federal para estas famílias, várias delas puderam sair da linha da extrema pobreza. Com isso, este programa continuou a chamar a atenção de cada vez mais pessoas.

Devido a isso, o Bolsa Família 2020 criou várias regras pra determinar quem poderia ou não ingressar no programa. Uma das principais regras, é a necessidade do recadastramento Bolsa Família 2020 anual dos membros atuais.

Com o recadastramento Bolsa Família todos os membros do programa têm de fazer a revalidação de suas situações perante a uma equipe que novamente jugará se esta família continua a merecer o recebimento deste benefício.

Esta prática ajuda o Governo a eliminar os membros que fazem cadastro Bolsa Família 2020 e acabam por não precisar no ano seguinte. Assim podendo redirecionar os pagamentos para novas famílias que mais precisam.


Prazo para o recadastramento

Assim como ocorre nos benefícios pagos pelo INSS 2020 aos seus beneficiários como aposentados. Quando o Governo inicia os pagamentos do Bolsa Família a novos membros, já informa sobre o recadastramento que deverá ser feito a cada 1 ano.

Este recadastramento Bolsa Família 2020 servirá para definir a continuidade dos pagamentos aos beneficiários. Além de também ter a finalidade de atualizar os dados dos seus membros cadastrados.

recadastramento Bolsa Família 2020

Com isso, quando um beneficiário vai até o caixa retirar seu pagamento, ele será logo informado que no próximo mês deverá fazer o seu recadastramento Bolsa Família sem falta.

Lembrando que o prazo é fixado pelo próprio programa. Ou seja, este recadastramento será exatamente 1 ano após o início do pagamento da primeira parcela do Bolsa Família. O que faz com que a data de recadastramento de cada pessoa seja algo pessoal e diferente dos demais beneficiários.


Como fazer o recadastramento Bolsa Família 2020

Como dito acima, a forma mais comum de informar o beneficiário sobre o recadastramento Bolsa Família 2020, é por meio de uma mensagem no próprio caixa eletrônico ou na guia do extrato ao fazer o saque do pagamento 1 mês antes do recadastramento.

Outras formas de comunicação também existem, como mensagens para o celular cadastrado e cartas oficiais para os seus membros.

Após receber qualquer uma dessas formas de comunicação sobre o recadastramento Bolsa Família, o beneficiário deverá fazer a atualização de seus dados sem falta. Veja abaixo como realizar esse procedimento:

  • Primeiro, será preciso que o responsável pelo benefício vá até uma das sedes do programa que geralmente ficam dentro da Prefeitura de onde você mora;
  • Em seguida, basta solicitar pela atualização de seus dados no benefício e do Cadastro Único 2020;
  • Depois informe novamente todos os seus dados pessoais e familiares necessários para o recadastramento e finalize o processo.

Pronto, apenas com esses passos você fará o seu recadastramento Bolsa Família 2020 e continuará a receber os pagamentos normalmente.


Documentos para atualização do cadastro

Ao fazer o seu recadastramento Bolsa Família, é extremamente importante que você esteja com todos os documentos necessários. Pois caso algum deles estejam em falta, infelizmente este processo será interrompido e os pagamentos serão cancelados.

Para evitar isso, veja abaixo quais documentos levar consigo:

  • RG e CPF de todos os membros cadastrados no programa;
  • Caso algum dos membros da família possuam Carteiras Profissionais, deverão ser entregue as cópias desses documentos;
  • Título de eleitor de todos que tiverem este documento na família e forem cadastrados;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Cartão Bolsa Família 2020;
  • Certidão de nascimento de todas as crianças e o comprovante de matrícula escolar de todas que estiverem abaixo dos 17 anos de idade.

Ao apresentar estes documentos presencialmente no recadastramento do Bolsa Família 2020, seu benefício será atualizado e seus pagamentos futuros liberados pelo Governo.

Lembrando que infelizmente ainda não foi liberado pelo Governo uma forma de recadastramento Bolsa Família 2020 online. Nem mesmo pelo aplicativo Bolsa Família 2020 será possível fazer este procedimento, apenas de forma presencial.  

Cartão Cidadão 2020: Solicitar Cartão Cidadão, Como fazer

A Caixa Econômica Federal estará em breve realizando novos mutirões para o cadastro dos cidadãos que desejarem para a emissão do Cartão Cidadão 2020. É por meio do Cartão Cidadão 2020 que as pessoas ligadas a Caixa poderão fazer o saque dos benefícios repassados do Governo para os trabalhadores.   

Cartão Cidadão 2020

Cartão Cidadão 2020

Dessa forma, se quer saber como fazer a solicitação do seu Cartão Cidadão, continue lendo este artigo e saiba mais!

Cartão Cidadão 2020

Para quem é vinculado ao banco Caixa, é importante sempre ter em sua disposição o Cartão Cidadão 2020. Pois para quem tem direito aos recebimentos de certos benefícios pagos por este banco, deverá possui o cartão para saques.     

Este é um documento único que funcionará para os trabalhadores como um cartão comum bancário para saques de seus benefícios. Sendo assim, é importante que todos os beneficiários deste banco possam, realizar a missão do Cartão Cidadão.

✓ Veja informações sobre o Bolsa Família:

Porém, quem já possuir uma conta corrente registrada da própria Caixa, poderá receber seus benefícios diretamente em sua conta. Assim não tendo a necessidade de realizar a emissão deste documento.


Quem tem direito ao Cartão Cidadão 2020?

Para poder ter direito a emissão do Cartão Cidadão 2020, o cidadão deverá estar dentro de um gripo de regras da Caixa. Porém, as pessoas com direito poderão ser qualquer uma que seja trabalhador de carteira assinada.

Portanto, confira abaixo quem poderá emitir o Cartão Cidadão:

  • Tem direito quem estiver para receber o pagamento do Abono salarial (PIS);
  • Aqueles que desejarem retirar parte do pagamento de seu FGTS também poderão ter acesso ao saque com o Cartão Cidadão;
  • Quem estiver recebendo as parcelas do Seguro Desemprego;
  • Pessoas beneficiárias do Bolsa Família 2020, programa Chapéu de Palha 2020 e outros programas sociais.

Cartão Cidadão 2020

Lembrando que aqueles que possuem conta corrente na Caixa, já irão receber o pagamento desses benefícios diretamente na conta corrente.


Emissão do Cartão Cidadão 2020

Este é um dos documentos mais fáceis de ter sua emissão realizada pelo cidadão solicitante. Para fazer isso, o trabalhador deverá apenas ligar para a central de atendimentos Caixa ou ir presencialmente m uma agência.

✓ Veja quais são as datas liberadas para recebimento no calendário PIS 2020

Aso opte pela opção de emissão do Cartão Cidadão 2020 pela central de atendimentos Caixa, ligue para o número abaixo:

  • 0800 726 0207.

Após isso, o seu cartão será enviado para a agência central da Caixa mais próxima de sua residência. Você poderá retira-lo ao apresentar um documento oficial com foto.

Caso opte pela forma presencial, basta ir diretamente para a agência e fazer a solicitação documentos em mãos.

Cartão Cidadão 2020

Ao apresentar todos os documentos necessários para a identificação e cadastramento, o Cartão Cidadão será efetuado. Porém, após a sua realização, será preciso que o seu dono faça o desbloqueio do cartão.

Para isto, basta inseri-lo em um caixa eletrônico na agência que você o emitiu. Após isso, o Cartão Cidadão estará pronto para ser utilizado, e assim podendo sacar quaisquer valores de seus benefícios.


Documentos para emissão do cartão

Tanto ao ir de forma presencial, quanto ligar para a central de atendimentos, será preciso apresentar documentos pessoais para emitir o Cartão Cidadão 2020.

 Pois sem estes documentos, o cidadão não poderá ter acesso ao cartão e não poderá sacar os seus benefícios. Veja abaixo todos os documentos necessários para a emissão do Cartão Cidadão 2020:

  • Documento de Identidade com apresentação do CPF;
  • Apresentar o número NIS presente na Carteira Profissional;
  • Caso não esteja com a Carteira Profissional, poderá apresentar quaisquer outros documentos que comprovem o vinculo empregatício com uma empresa contratante;
  • Caso o trabalhador tenha vinculo om programas sociais, deverá fornecer os seus dados em conjunto.

Ao apresentar esses documentos o cidadão poderá emitir o seu Cartão Cidadão sem problemas em qualquer agência da Caixa ou pelo número de telefone informado anteriormente.

Calendário PIS 2020: Consulta PIS, Como Sacar, CONFIRA AQUI!

Todos os trabalhadores de empresas privadas que tem direito à este benefício, é de suma importância que confiram o calendário PIS 2020 para não perder o prazo de recebimento deste tão importante benefício. Neste post, trouxemos o calendário PIS 2020 atualizado, além de outras informações sobre. Continue nos acompanhando e fique por dentro de todos os detalhes!

Calendário PIS 2020

Calendário PIS 2020

Sobre o PIS!

O Programa de Integração Social mais conhecido como PIS, é um programa criado pelo Governo Federal. O mesmo tem como principal objetivo beneficiar os trabalhadores de empresas privadas com o pagamento de até um salário mínimo todos os anos. 

Este benefício costuma ajudar os trabalhadores a ter mais uma renda naquele mês. Afinal de contas, quem ai que não gosta de receber mais um pouco do que seu salário normal, não é mesmo?!

Calendário PIS

A Caixa Econômica Federal é o banco responsável pelo pagamento, execução dos serviços de pesquisa, de identificação dos trabalhadores com direito ao abono salarial, de apuração e controle de valores, de processamento de dados e de atendimento às pessoas com direito à este benefício.

✓ Saiba todos as regras do Bolsa Família 2020

Enfim, tudo o que está relacionado à este abono! A seguir, confira mais informações sobre!


Quem tem direito ao PIS?

Antes de conferir o calendário PIS 2020 com as datas de recebimento deste benefício, é de suma importância saber quem tem direito a este abono salarial. 

Diferentemente do PASEP, que é destinado aos servidores públicos, o PIS tem seu pagamento destinado aos trabalhadores de empresas privadas.

Mas não basta apenas ser trabalhador de empresa privada. O cidadão deve se encaixar nos critérios mencionados a seguir:

  • O trabalhador deverá ter recebido do seu vínculo empregatício uma remuneração mensal média de, no máximo, dois salários mínimos ao decorrer do ano-base. No caso, a remuneração deve ser, no máximo, de R$1.909, tendo em vista que o valor do salário mínimo em 2018 foi correspondente à R$954,00.
  • Estar matriculado por, no mínimo, cinco anos no Programa de Integração Social (PIS).
  • Ter exercido atividade remunerada com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias no ano-base, podendo ser consecutivos ou não.
  • Seu vínculo empregatício precisa ter enviado ao Ministério do Trabalho a Relação Anual de Informações Sociais, também conhecida pela sigla RAIS.

Calendário PIS 2020

Para aqueles que tem direito à este benefício, o calendário PIS 2020 é de suma importância. Isso por que ele funciona como uma espécie de tabela, na qual está estabelecida a data de recebimento deste benefício. 

✓ Confira as suas vantagens com o número do NIS 2020

O calendário PIS 2020 leva em consideração o mês de nascimento do trabalhador. Ou seja, é organizado de acordo com os meses de nascimento. 

Calendário PIS

Todos os anos a Caixa Econômica juntamente com o Governo Federal atualiza e divulga esta tabela. 

Estima-se que cerca de R$ 19,3 bilhões a 23,6 milhões de trabalhadores recebam este benefício!


Confira o Calendário PIS 2020

Assim como já mencionamos anteriormente, o calendário do PIS passa por atualização todos os anos, sofrendo reajustes em suas datas. 

✓ Mantenha seu cadastro atualizado no CadÚnico 2020

Até o fechamento deste post, a tabela 2020 ainda não havia sido divulgada. Porém, o calendário 2019/2020 já foi liberado. Confira a seguir:

PIS 2019/2020 – Caixa

Nascidos em Recebem a partir de Podem sacar até
Julho 25 / 07 / 2019 30 / 06 / 2020
Agosto 15 / 08 / 2019 30 / 06 / 2020
Setembro 19 / 09 / 2019 30 / 06 / 2020
Outubro 17 / 10 / 2019 30 / 06 / 2020
Novembro 14 / 11 / 2019 30 / 06 / 2020
Dezembro 12 / 12 / 2019 30 / 06 / 2020
Janeiro 16 / 01 / 2020 30 / 06 / 2020
Fevereiro 16 / 01 / 2020 30 / 06 / 2020
Março 13 / 02 / 2020 30 / 06 / 2020
Abril 13 / 02 / 2020 30 / 06 / 2020
Maio 19 / 03 / 2020 30 / 06 / 2020
Junho 19 / 03 / 2020 30 / 06 / 2020

*Em breve voltaremos a atualizar este post!


Como receber o PIS? 

A Caixa Econômica Federal é a responsável pelo pagamento deste benefício. Dentro do prazo estabelecido no calendário PIS 2020, o trabalhador que tem direito deverá se dirigir até uma das agências Caixa ou Lotérica mais próxima para sacar o abono. 

Para isso, é importante que esteja portanto um documento com foto (RG) e o cartão Cidadão.

Passe Livre para Pessoas com Deficiência 2020: Agendamento, Cadastro

Como muitas pessoas no país possuem algum tipo de deficiência, o Governo decidiu criar um Passe Livre para pessoas com deficiência 2020. Este projeto faz com que todas as pessoas que portarem a carteirinha do Passe Livre para pessoas com deficiência 2020 possam utilizar transportes públicos sem ter de pagar nada por isso em todo o Brasil.     

Passe Livre para pessoas com deficiência 2020

Passe Livre para pessoas com deficiência 2020

Para saber como conseguir fazer a solicitação de sua carteira do Passe Livre, continue lendo este artigo!

Passe Livre 2020

O Brasil possui em seu território um grande número de pessoas das quais tem algum tipo de deficiência. Isso faz com que a locomoção desses cidadãos se torne complexa. Este programa funciona como o carteira do idoso 2020 ou o ID jovem 2020 para transportes interurbanos.

Para facilitar isso, o Governo Federal criou o projeto Passe Livre para pessoas com deficiência 2020. Este projeto garante que toda pessoa com deficiência, poderá circular gratuitamente em todos os transportes públicos nacionais.

Com isso, o Governo planeja da uma assistência indireta para a família desses cidadãos que requerem um maior cuidado. Porém, é necessário que os cidadãos passem por certas burocracias para poderem retirar a carteirinha.


Quem tem direito ao Passe Livre?

Mesmo sendo um direito de todo o cidadão brasileiro com deficiência. Primeiro é preciso que o cidadão comprove sua deficiência para o Governo para somente depois poder receber o direito.

Esse sistema funciona como uma seleção para determinar quem realmente pode receber o Passe Livre para deficientes 2020.

✓ Veja como se inscrever em:

Veja abaixo quem poderá solicitar o Passe Livre para pessoas com deficiência 2020:

  • É preciso ter uma renda máxima de até 2 salários mínimos por pessoa na família;
  • Ter uma doença crônica, renal ou ostomia;
  • Ser deficiente físico;
  • Ser deficiente auditivo;
  • Possuir uma deficiência mental.

Quem obedecer às regras apresentadas acima poderá dar entrada na solicitação do Passe Livre 2020. Desde que tenha em mãos os documentos necessários.


Solicitar o Passe Livre para pessoas com deficiência 2020

Como dito anteriormente, é preciso passar pela burocracia para receber a carteirinha do Passe Livre para pessoas com deficiência 2020. E parte desta burocracia é ter de entregar todos os documentos de comprobatórios da deficiência no órgão indicado.

Infelizmente, não existe forma de como realizar uma solicitação ou agendamento online. Pois somente será possível fazer uma solicitação de forma presencial.

✓ Veja de quanto será o novo aumento Bolsa Família 2020

Para fazer esse procedimento, veja o passo a passo abaixo:

  • Primeiramente, você deverá ir até um CRA (Centro de Assistência Social), ou em um órgão municipal de Assistência Social;
  • Em seguida, deverá fazer a solicitação pelo Passe Livre;
  • Ao fazer isso, será necessário entregar 3 documentos diferentes para poder dar seguimento a solicitação;
  1. Requerimento de passe livre municipal;
  2. Ficha da avaliação socioeconômica;
  3. Laudo médico provido pelo SUS.
  • Após isso, você poderá seguir com o processo de solicitação da carteirinha.

Caso o seu pedido para receber a carteira de Passe Livre para pessoas com deficiência seja aprovada, você receberá a mesma dentro de um prazo de 30 dias determinado pelo programa.

Lembrando que para pedir a carteira é totalmente gratuito, ou seja, não lhe será cobrada nenhuma taxa.


Documentos Passe Livre para pessoas com deficiência

Para finalizar todo o processo de cadastro para receber a carteirinha de Passe Livre para pessoas com deficiência 2020, você deverá ter em mãos alguns documentos.

Serão com eles que a carteira será feita, portanto, não esqueça de leva-los consigo. Veja abaixo quais são eles:

  • Atestado médico de um profissional do SUS;
  • Identidade e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Declaração socioeconômico;
  • Para quem for menor de idade, é preciso apresentar o Termo de Tutela.

Passe Livre para pessoas com deficiência 2020

Com isso, o seu Passe Livre será solicitado e assim que estiver pronto, você será avisado.

Pro Jovem 2020: Como Funciona, Inscrição, Modalidades, Cursos

Serão mais uma vez retomadas as vagas para jovens adultos que desejam começar cursos profissionalizantes a partir do programa social Pro Jovem 2020. Todos que conseguirem se inscrever e forem aprovados no Pro Jovem 2020, poderão dar inicio em cursos profissionalizantes com diplomas reconhecidos pelo MEC e com isso, conseguir melhor oportunidades no mercado de trabalho.

Pro Jovem 2020

Pro Jovem 2020

Pro Jovem 2020

Um dos programas sociais mais conhecidos no Brasil voltados unicamente para os jovens adultos é o Pro Jovem 2020. Por meio deste programa as pessoas poderão escolher cursos profissionalizantes para frequentarem em instituições de ensino em todo o país.

O principal objetivo, é fazer com que jovens que não finalizaram o ensino fundamental ou médio, possam concluir os estudos.

Pois no Brasil existe um grande número de pessoas maiores de idade que nunca finalizaram nem sequer o ensino fundamental. Com isso, é grande em todo o país o índice de desemprego por conta da falta de escolaridade.

✓ Confira de quanto será o novo aumento Bolsa Família 2020

Com isso, o Governo Federal através do Ministério da Educação criou o Pro Jovem 2020. O Pro Jovem pretende que os jovens possam regressar à escola e com isso, concluir os seus estudos.

Além disso, oferece cursos profissionalizantes para que esses jovens possam já terminar o programa e ter uma qualificação profissional e saírem direto para o mercado de trabalho.


Como funciona o ProJovem 

Com isso o Pro Jovem 2020 faz com que ilhares de jovens possam ter oportunidades melhores para desenvolverem suas habilidades de forma totalmente gratuita.

Porém, para que uma pessoa possa ingressar neste projeto, ela deverá obedecer a algumas regras exigidas pelo Pro Jovem 2020. Serão estas regras que definirão em uma seleção quem poderá ou não fazer os cursos profissionalizantes.

Confira a seguir quais são os requisitos mínimos de inscrição para novos estudantes:

  • O candidato a uma vaga deverá ter idade entre os 15 e 17 anos e entre 18 e 29 anos;
  • Somente pessoas que possuem uma renda mensal de até 1 salário mínimo em suas famílias por pessoa poderão fazer a inscrição;
  • Este programa é ofertado para quem cursou o ensino fundamental e médio, porém, não finalizou um deles ou ambos;
  • Será preciso que o interessado escolha entre as opções de modalidade deste programa social ao se inscrever.

Lembrando que para todos que forem aceitos no Pro Jovem 2020, o programa pagará ao estudante um valor de R$ 100 como ajuda de custos, do qual funciona como uma Bolsa Escola 2020. Além de receber benefícios como o ID jovem 2020.


Modalidades do Pro Jovem

Como dito anteriormente, existem 3 tipos ao todo de modalidades das quais servirão para qualificar o candidato na hora de sua inscrição.

Com isso, será necessário saber detalhadamente para que serve e para quem é destinado cada uma das modalidades do Pro Jovem 2020.

Veja abaixo:

  • Pro Jovem Campo:

Esta modalidade oferece cursos profissionais que são destinada para os jovens que moram na zona rural e possuem dificuldades em irem à escola.

Com isso, eles poderão ter horários mais flexíveis de estudos, além de terem os cursos voltados todos para o campo, como agricultura por exemplo.

Pro Jovem 2020

  • Pro Jovem Trabalhador:

Esta é a modalidade destinada para quem ainda não conseguiu o primeiro emprego, ou foi demitido recentemente. Ou seja, esta modalidade serve para tomar como foco o preparo do jovem para a sua inserção no mercado de trabalho local.

Além de contar com a bolsa de auxílio de R$ 100 comentada anteriormente.

  • Pro Jovem Adolescente

Diferente das demais modalidades que é preciso ter acima de 18 anos para poder se inscrever, esta é exclusiva para adolescentes e foi criada somente depois.

Com esta modalidade os adolescentes poderão focar mais nos estudos e em mantê-los nas escolas.

Além disso, para poder se inscrever neste programa, é preciso que o interessado possua uma inscrição no Cadastro Único 2020, o mesmo cadastro do Bolsa Família 2020.


Inscrições Pro Jovem 2020

As inscrições ocorrem de forma diferente nos estados brasileiros, não sendo iguais as formas de inscrição.Desta forma, as inscrições para o Pro Jovem 2020 poderão acontecer pelo site da Secretária de Educação do estado onde você mora.

Ou indo diretamente na secretária da escola participante deste projeto. Para saber onde existe uma escola pertencente ao Pro Jovem 2020, clique aqui.


Cursos gratuitos

Todos os cursos oferecidos pelo Pro Jovem, tem como finalidade colocar de imediato o jovem no mercado de trabalho.

Com isso, os seus cursos são mais voltados para as necessidades urbanas e rurais do momento. Veja abaixo alguns dos principais cursos oferecidos:

  • Gestão pública;
  • Produção rural familiar;
  • Turismo;
  • Agro extrativismo;
  • Alimentação;   
  • Esporte e lazer;
  • Transporte;
  • Arte e cultura;
  • Vestuário;
  • Construção e reparos;
  • Administração.

Pro Jovem 2020

Auxílio Doença INSS 2020: Como Funciona, Perícia e Valor

Um dos principais benefícios pagos pelo INSS para os cidadãos em condições especiais, é o Auxílio Doença INSS 2020. Do qual é garantido para milhares de brasileiros que não podem retornar ao trabalho devido alguma enfermidade. Se deseja saber se você possui o direito de receber o Auxílio Doença INSS 2020, continue lendo o artigo e saiba ais informações!   

Auxílio Doença INSS 2020

Auxílio Doença INSS 2020

INSS 2020

Este é um dos mais importantes órgãos públicos Federais de todo o Brasil, pois é por meio da Previdência Social que milhares de pessoas podem receber seus benefícios mensais.

Confira abaixo quais benefícios o INSS 2020 é responsável:

  • Salário Família 2020;
  • Abono anual ou décimo terceiro salário;
  • Perícia médica;
  • Aposentadoria;
  • Auxílio – acidente;
  • Auxílio – reclusão;
  • Auxílio – doença;
  • Bolsa Família 2020;
  • Benefício assistencial ao idoso e ao deficiente (BPC-LOAS);
  • Pensão por morte;
  • Salário-maternidade;
  • Reabilitação profissional;
  • Programa Chapéu de Palha 2020;
  • Dentre outros mais.

Todos esses benefícios são garantidos pela Legislação brasileira para todos os cidadãos que contribuem com o INSS ou possuem condições especiais, como o Auxílio Doença INSS 2020.

Este órgão ajuda milhões de brasileiros com todos esses benefícios sendo eles pagos mensalmente para seus beneficiários.

✓ Confira o novo aumento Bolsa Família 2020

Sendo é claro, passar por comprovações que determinem que o cidadão realmente se encaixa nas exigências da Previdência para ter direito a esses auxílios.


Como funciona Auxílio Doença INSS 2020?

Graças ao INSS pessoas que acabaram sofrendo de alguma enfermidade que as retiraram de seus postos de trabalho poderão receber uma ajuda de custos por parte do órgão para poderem se reerguer.

Porém, é necessário que todos os solicitantes do Auxílio Doença INSS 2020 passem por uma perícia médica para comprovar que estão incapacitados a voltarem ao trabalho devido uma enfermidade.

Por isso, confira abaixo algumas das regras para poder fazer esta solicitação de auxílio:

  • É preciso ter ao menos um total e 12 meses de contribuição com o INSS, seja por trabalho de carteira assinada, ou como contribuição individual;
  • Deverá passar pela perícia médica e nela, comprovar sua enfermidade perante o médico legalizado pelo órgão;
  • Somente quem está a mais de 15 dias afastado de seu trabalho por motivos de doença poderá dar entrada na solicitação do Auxílio Doença.

Auxílio Doença INSS 2020

Lembrando que as pessoas que desejarem realizar uma solicitação por esse Auxílio Doença 2020, será preciso fazer esse procedimento dentro de um prazo de 60 dias após o decimo quinto dia de afastamento do trabalho.


Como solicitar o Auxílio Doença INSS 2020

Uma ótima notícia, é que com a informatização, o INSS criou um portal do qual vários serviços podem ser agendados diretamente pela internet, como o site do Meu INSS 2020.

✓ Veja o que fazer com o seu Bolsa Família bloqueado 2020

Com isso, fica mais prático e cômodo para que o cidadão possa solicitar o seu Auxílio Doença, sem ter de sair de sua casa, fazendo todo o processo diretamente pela internet.

Confira abaixo como realizar esse processo seguindo o passo a passo explicativo:

  • Clique aqui para ir até o site do INSS relacionado ao Auxílio Doença;

  • Quando entrar no site, clique no botão “Solicitar benefício”;
  • Depois digite o código de segurança que lhe será apresentado;
  • Escolha o estado, cidade e agência do INSS mais próxima de onde você mora, clique em “Avançar”;

Auxílio Doença INSS 2020

  • Logo sem seguida todos os seus dados pessoais nos campos obrigatórios para fazer o seu agendamento e finalize clicando em “Avançar’;

  • Por último, escolha o horário e data para ser atendido.

Pronto, ao seguir esses passos você já está com a sua solicitação marcada para ser atendido, assim podendo dar início o processo de abertura de seu Auxílio Doença INSS 2020.


Perícia médica e valor

Como já dito, é preciso passar por uma perícia da qual irá avaliar se o cidadão possui ou não capacidade de voltar ao trabalho.

Caso seja decidido na perícia que o contribuinte está de fato sem condições de saúde suficientes para retornar ao seu posto de trabalho, o médico dará início a sua legalização do seu Auxílio Doença INSS 2020.

Este processo nada mais é do que exames médicos simples para detectar as condições físicas, mentais relacionadas a saúde do cidadão afim de determinar suas capacidades de trabalho atuais e futuras.

Lembrando que o valor a ser recebido pelo contribuinte pelo Auxílio Doença INSS 2020 será de um salário mínimo, ou seja, com o valor atual, será de R$ 998.  

Telefone Popular 2020: Quem Tem Direito, Como Funciona

A comunicação nos dias atuais é algo de extrema necessidade para as pessoas tanto do meio urbano quanto rural, porém, muitas pessoas acabam não tendo dinheiro para manter um telefone, pensando nisso, o programa Telefone Popular 2020 foi criado pelo Governo. O Telefone Popular 2020 é uma forma de fazer com que a população mais pobre no Brasil ainda possua condições de manter uma interação com a tecnologia e assim, poder se comunicar a longas distâncias.   

Telefone Popular 2020

Telefone Popular 2020

Continue nos acompanhando para saber como é possível fazer uma solicitação por um Telefone Popular!

Telefone Popular 2020

Milhares de pessoas não só no Brasil, mas ao redor do mundo possuem telefones sejam eles fixos ou móveis, isso acontece, pois, a comunicação na modernidade se tornou algo vital para a vida urbana, e até mesmo rural.

Porém, existem pessoas em condições financeiras que infelizmente não podem manter uma linha de telefone, fixou ou móvel devido as tarifas cobradas mensalmente.

Para evitar isso, o Governo criou em 2012 o programa social do Telefone Popular 2020, do qual garante a pessoas de baixa renda e com inscrição no CadÚnico uma linha de telefonia, para poder se comunicar a longas distâncias por preços mais baratos.

✓ Veja qual é o valor do novo aumento Bolsa Família 2020

Desta forma, com a criação do Acesso Individual Classe Especial (AICE), mais conhecido como o Telefone Popular, o Governo espera diminuir as fronteiras de comunicação entre pessoas com baixa renda no país.


Quem tem direito Telefone Popular 2020

Assim como em outros programas sociais como o Bolsa Família 2020, para que uma família possa ter direito a fazer uma solicitação para ter um Telefone Popular, ela precisará estar dentro de algumas regras exigidas pela Anatel e o Governo.

Essas regras existem para que apenas quem realmente precisa deste benefício possa tirar proveito dele, assim evitando que pessoas mal-intencionadas tomem o espaço de quem realmente precisa.

Veja abaixo as regras para solicitação:

  • A pessoa responsável deverá ter o número do NIS 2020 registrado em seu nome para poder se inscrever;
  • É necessário ter uma inscrição no CadÚnico e ter seus dados atualizados e sem erros nos últimos 24 meses;
  • Somente famílias com uma renda de no máximo 2 salários mínimos por pessoa na família poderão realizar essa solicitação.

Telefone Popular 2020

Quem obedecer às poucas regras acima destacadas, poderá fazer uma solicitação para instalar em sua casa um Telefone Popular 2020 e com isso, poder usufruir deste benefício pagando a conta de telefonia com valores reduzidos.


Como funciona ?

Caso você já tenha sido aprovado e possui em sua casa um Telefone Popular 2020, saiba que ele possui várias utilidades que podem lhe ser útil.

✓ Confira o telefone Bolsa Família 2020

Confira abaixo os benefícios de ter um Telefone Popular:

  • Franquia mensal de até 90 minutos para telefones fixos dentro da sua região estadual;
  • A franquia base descrita acima, custará ao cidadão parcelas mensais de R$ 13 até R$ 15 reais dependendo dos impostos estaduais;
  • Ligações com tempo superior a franquia de 90 minutos, serão cobrados valores extras, dos quais terão preço reduzido em comparação as taxas normais;
  • Ligações para celulares ou interestaduais, possuem valor bastante reduzido podendo chegar a quase 0 reais dependendo do tempo utilizado.


Como solicitar o Telefone Popular 2020

Se ficou interessado em possuir um Telefone Popular 2020, saiba que somente algumas operados brasileiras possuem disponibilidade de operação deste programa social.

Por isso, confira abaixo quais são elas e os seus números de solicitação:

  • 10315 – Telefônica;
  • 10343 – Sercomtel;
  • 10312 – CTBC Telecom;
  • 10314 – Oi Região 2;
  • 10331 – Oi Região 1;
  • 0800 031 0001 – Oi geral.

Após ligar para qualquer um desses números, basta pedir que instalem o aparelho telefônico do Telefone Popular 2020 em sua residência, claro, após realizar a sua inscrição no programa.

Clique aqui para ir até o site oficial da operadora Oi e ter mais informações sobre este programa.

Lembrando mais uma vez que para poder fazer a solicitação, primeiro é necessário possuir uma inscrição no Cadastro Único 2020, veja abaixo como realizar esse procedimento.

  • As inscrições do CadÚnico acontecem apenas de forma presencial nas sedes das Prefeituras dos municípios brasileiros, portanto, é preciso ir até a sede da Prefeitura de sua cidade;
  • Lá, informe os documentos necessário para a sua inscrição neste cadastro;
  • Após isso, basta ligar para um dos números de telefone dados acima e fazer a sua solicitação.

Apenas com isso, você poderá ter um Telefone Popular 2020 em sua casa e tirar proveito total deste programa social do Governo Federal.

 

Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda 2020: Quem tem direito?

Com o baixo índice de desemprego que se alastra no Brasil durante anos, o Governo viu como necessidade mudar algumas das regras referentes sobre a aposentadoria, criando assim, a aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020. A aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020 foi pensada para ajudar milhares de brasileiros que não possuem condições financeiras o suficiente para manter uma contribuição mínima como os demais trabalhadores.

aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020

Aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020

Entenda como fazer uma solicitação da sua aposentadoria de baixa renda neste texto!   

Aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020

A aposentadoria anda mais é do que o descanso que todo trabalhador poderá ter completado o seu período de contribuição ou ter alcançado uma idade ou condições pessoais que lhe impeçam de continuar a trabalhar.

Deixando claro logo de início, a aposentadoria INSS 2020 é um direito que todo o cidadão brasileiro possui garantida pela Constituição Nacional.

✓   Veja aqui como consultar Bolsa Família 2020

Porém, existem vários tipos diferentes de como uma pessoa poderá se aposentar no futuro, sendo algumas delas, como a aposentadoria por invalidez ou por tempo de serviço, sendo elas as mais comuns.

Sendo a aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020 algo criado não a muito tempo para que pessoas sem condições de contribuir, ainda sim possam ter esse direito de forma mais antecipada, por meio da contribuição.


Quem tem direito a aposentadoria por baixa renda?

Assim como qualquer outro tipo de aposentadoria, para este tipo, também será necessário que as pessoas que desejam fazer a solicitação, atendam a todas as exigências da Previdência Social.

✓   Confira de quanto foi o novo aumento Bolsa Família 2020

Por isso, veja abaixo quais sãos os requisitos para poder solicitar a sua aposentadoria por baixa renda 2020:

  • Podem solicitar quem possui um cadastro ativo no CadÚnico e sejam totalmente voltadas ao trabalho doméstico;
  • Deve estar inserida em uma família cuja renda mensal seja de até 2 salários mínimos federais por pessoa;
  • A pessoa interessada em solicitar a aposentadoria de baixa renda não poderá ter emprego ou renda fixa.

Quem estiver dentro das três regras acima demonstradas, poderá realizar a sua solicitação para ter a sua aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020 em qualquer agência de atendimentos do INSS.

aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020

Lembrando que o Cadastro Único 2020 (CadÚnico), é o mesmo programa social que é necessário estar cadastrado para ter acesso a benefícios como o programa Chapéu de Palha 2020 e o Bolsa Família 2020, ou seja, se você já estiver cadastrado nele, poderá ir direto para a solicitação.


Como solicitar a aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020?

A única forma de conseguir fazer a solicitação da sua aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020, é por meio do processo presencial em um dos postos de atendimento do INSS 2020.

Porém, é possível fazer o agendamento dessa solicitação por meio da internet ou telefone, assim já adiantando todo o procedimento.

Confira abaixo como realizar o seu agendamento:

  • Entre primeiramente no site Meu INSS através deste link de acesso;

  • No menu lateral esquerdo, procure por “Agendamentos/Requerimentos”;
  • Preencha os campos com os seus dados necessários, como CPF e nome completo;
  • Caso tenha uma conta no site e deseje fazer o login para ter um acesso mais personalizado, basta clicar em “Fazer login”, caso não tenha, basta clicar em “Continuar sem login”;
  • Clique na caixa onde diz “Não sou um robô” e continue;
  • Ao entrar no sistema, escolha a data, local e hora para o seu agendamento.

Pronto, apenas com esses passos acima demonstrados, você poderá agendar um atendimento em qualquer um dos postos de atendimento disponíveis do INSS para poder da entrada na sua solicitação de aposentadoria para pessoas de baixa renda 2020.


Contato INSS

Caso tenha alguma dúvida restante sobre a aposentadoria para pessoas de baixa renda, ou queira fazer o agendamento pelo telefone, veja como fazer isso logo abaixo:  

  • Telefone: 135

Carteira do Idoso 2020: Quem Tem Direito, Como Fazer e Agendamento

Como medida de auxiliar as pessoas consideradas da terceira idade, o Governo Federal criou a carteira do idoso 2020, da qual dá direito a esses cidadãos a uma série de benefícios. Para saber como conseguir a sua carteira do idoso 2020 e começar a utiliza-la em diversos locais e até viajar com elas, continue nos acompanhando!

Carteira do Idoso 2020

Carteira do Idoso 2020

Carteira do idoso 2020

Como as pessoas com uma idade mais avançada tem certos problemas para mobilidade, o Governo decidiu criar uma carteira do idoso 2020 da qual permite que estes cidadãos possam ter certos direitos e vantagens a mais.

Esses direitos por exemplo, permitem que o idoso possa estacionar o seu carro ou o veículo em que esteja sendo transportado em locais de ais fácil acesso para embarque e desembarque.

Também possuem direito a lugares especiais em companhias de transporte, sejam elas áreas ou terrestres, como ônibus, sejam eles executivos ou de leito.

✓   Quem procurou por Carteira do Idoso, também olhou:

Por isso, essa carteira do idoso é de fundamental importância que todas as pessoas que possuam esse direito as tenham, pois dará a elas a possibilidade de melhor locomoção e entre cidades e estados.


Quem tem direito a carteira do idoso 2020?

Para ser possível retirar uma cópia da carteira do idoso 2020, primeiro é necessário que a pessoa esteja dentro das regras exigidas pelo Governo Federal e os órgãos responsáveis.

Pois existem algumas regras de como se deverá ser utilizada essa carteira.

Veja a seguir:

  • Somente pessoas acima de 60 anos podem fazer a solicitação;
  • A carteira deverá ser renovada a cada 5 anos, caso não seja, ela será cancelada;
  • As pessoas abaixo de 65 anos poderão utiliza-la apenas como forma de garantir estacionamento privativo;
  • Somente após 65 anos é que os direitos a transporte público municipal e interestadual poderão ser solicitados de forma gratuita.

Carteira do Idoso 2020

Portanto, se você tem 60 anos de idade, já poderá fazer a sua carteira do idoso, porém só poderá a utilizar como descrito nas regras acima, seja o idoso o condutor, ou apenas o passageiro do veículo.

✓   Veja o novo valor do Salário Família 2020

E somente depois de 65 anos de idade que poderá tomar ônibus municipais e interestaduais de forma totalmente gratuita.


Como conseguir uma carteira do idoso?

Após o idoso confirmar que se enquadra em todas as regras acima destacadas, ele poderá ir até um dos locais fazer a solicitação de sua carteira do idoso presencialmente.

Infelizmente, não existe forma de solicitar ou agendar uma consulta presencial pela internet, pois todo o procedimento é feito de forma presencial em um dos postos de atendimento.

Confira abaixo onde você deverá ir para emitir a sua carteira do idoso 2020:

  • DETRAN da cidade onde você mora;
  • Sede da Prefeitura Municipal;
  • Uma das unidades do Centro de Referência da Assistência Social, CRAS
  • Posto de atendimento do transporte público da sua cidade.

Ao ir em um destes locais, você deverá fazer a solicitação da sua carteira do idoso e dentro de um prazo de 120 dias, ela será feita e entregue diretamente a você no mesmo local de solicitação.


Documentos necessários

Para poder realizar o procedimento de confecção da sua carteira do idoso 2020, será necessário que você forneça alguns dados pessoas que deverão constar neste novo documentos.

Veja quais levar consigo quando for fazer esta solicitação:

  • Comprovante de endereço em nome do idoso solicitante;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH 2020);
  • Formulário de requerimento do Cartão do idoso, entregue no próprio local de solicitação;
  • Podendo também fazer diretamente pelo Cadastro Único 2020.

Ao entregar esses documentos, basta esperar até que o prazo de entrega seja esteja completo para poder buscar a sua carteira do idoso 2020 e já começar a usufrui-la.

Décimo Terceiro Bolsa Família 2020: Quem Tem Direito ao Décimo Terceiro

O décimo terceiro Bolsa Família 2020 faz parte do programa criado pelo Governo Federal. Esse dinheiro ajudará muitas famílias necessitadas, em todo o Brasil. O décimo terceiro Bolsa Família 2020, é um dos ajustes mais aguardado pelas famílias carentes. Esse benefício irá alcançar as famílias necessitadas, que fazem parte do programa. Saiba mais lendo o artigo.

Bolsa Família 2020

Bolsa Família 2020

programa Bolsa Família 2020 foi criado no ano de 2011, com o objetivo de ajudar milhares de famílias da extrema pobreza. Assim, melhorando o estilo de vida das mesmas.

Este programa é a unificação de outros programas sociais criados pelo governo Fernando Henrique Cardoso. O reajuste do valor Bolsa Família acontece de acordo com o imposto definido pelo governo.

Todas as famílias carentes podem participar do programa, pois o mesmo é voltado para elas. Após a criação do Bolsa Família muitas famílias saíram da miséria.


Décimo terceiro Bolsa Família

Normalmente pessoas que trabalham segundo a CLT, tem direito ao 13º Bolsa Família. Esse valor é destinado a cada final de ano, aos trabalhadores. E o empregador tem o direito obrigatório de pagar o trabalhador.

É importante que você entenda, que o décimo terceiro Bolsa Família irá existir. Há uma possibilidade do dinheiro receber um acréscimo no ultimo mês do ano, esse valor é considerado como décimo terceiro.

Décimo terceiro Bolsa Família


Quem tem direito ao décimo terceiro Bolsa Família?

O décimo terceiro é um direito de todo o trabalhador de carteira assina, o mesmo é muito desejado. Com esse dinheiro a mais, o trabalhador poderá quitar suas dívidas, ou fazer as compras de fim de ano.

Muitas famílias que participam do programa Bolsa Família, já estão ansiosas para passar a receber esse benefício.

Nessa nova edição do programa, trabalhadores de carteira assinada e as famílias quem tem direito ao Bolsa Família 2020 do programa, também terão direito ao 13º salário.

Caso você ainda não participe do programa, siga o cadastro Bolsa Família:

  • Faça o seu cadastro e da sua família no CadÚnico;
  • Em seguida, vá até o CRAS da sua cidade, ou região;
  • Preencha o formulário corretamente, informando todos os seus dados e da sua família;
  • Será necessário a comprovação da renda familiar, a renda precisará ser de R$ 85,00 é R$ 170,00 mensalmente;
  • Será necessário levar o comprovante de vacinação e de matrícula escolar das crianças, ou adolescente da família.

Quem tem direito ao décimo terceiro Bolsa Família?


Como funciona o décimo terceiro Bolsa Família 2020?

Os beneficiários do programa Bolsa Família 2020, irão receber automaticamente o décimo terceiro no último mês do ano. E esse valor vai ajudar as famílias pobres á pagarem suas contas, ou fazer as compras da casa.

É um dinheiro extra que irá ajudar as famílias pobres no final do ano.

Como funciona o décimo terceiro Bolsa Família?


Valor décimo terceiro Bolsa Família 2020

É interessante entender, como irá funcionar o 13º salário. Esse valor será o mesmo que a família recebe mensalmente. Essa quantidade varia de pessoa para pessoa, pois é calculada em cima de alguns critério, veja:

  • Para família de extrema pobreza – R$ 85,00 por pessoa;
  • Para famílias que tem jovens com idade inferior aos 17 anos – R$ 92,00;
  • Para famílias que possuem crianças de no máximo 15 anos – R$ 38,00 por criança;
  • Caso haja na família mulheres em fase de aleitamento, com criança identificada no CadÚnico, até o sexto mês – R$ 39,00;
  • Quando há jovens na família pobre – R$ 45,00. Observação (Cada família poderá inscrever até 02 jovens).

Cada família é diferente da outra, por isso o valor do Bolsa Família 2020 sofre variações. De acordo com os requisitos é possível ter uma ideia do valor que deverá receber.

Resultado Bolsa Família 2020: Consultar Lista de Aprovados

Todos os brasileiros que fazem a solicitação  do benefício aguardam com ansiedade o resultado Bolsa Família 2020. Por ser um programa de integração social bastante importante e essencial para muitos, sua aprovação é indispensável. E por saber disso, vamos mostrar a você como conferir o resultado Bolsa Família 2020.

Resultado Bolsa Família 2020

Resultado Bolsa Família 2020

Se você é um dos cidadãos que fez a solicitação para participar do programa, esse texto foi escrito para você.

Aqui reunimos as principais informações sobre como você pode está fazendo sua solicitação e conferindo o resultado Bolsa Família 2020. Continue lendo e saiba mais detalhes a seguir!

Bolsa Família

Entre os programas sociais que o Governo oferece aos brasileiros, o que mais vem dado auxílio as famílias que precisam. Desde a sua criação, o Bolsa Família vem beneficiando atualmente cerca de 13,9 milhões de famílias espalhadas por todo Brasil.

E é justamente por saber que existem milhares de pessoas em situações de extrema pobreza, que o Governo procura trazer constantes melhorias ao seu programa. Mesmo sendo uma renda considerada para muitos baixa, ainda existem famílias que vivem apenas com o que recebem.

Por saber que ainda existem pessoas que podem receber esse benefício e ainda não fizeram essa solicitação, vamos ensinar como ela é feita logo a seguir.


Quem pode receber o Bolsa Família

A criação desse programa foi especificamente para as famílias que precisam de auxílio para se manter bem. O Bolsa Família atua na integração social dos seus cadastrados, oferecendo mais recursos para que essas famílias possam viver melhor.

Quem pode receber o Bolsa Família

Como os benefícios são oferecidos de acordo coma  necessidade de cada um, veja a seguir quem pode receber o Bolsa Família:

  • Famílias que se encontram em situação de extrema pobreza, tendo sua renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa;
  • Famílias que se encontram em situação de pobreza, tendo sua renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa
  • Famílias que se encontram em situação de pobreza, que no grupo familiar esteja presente gestantes e crianças ou adolescentes com idade de 0 a 17 anos.

Sempre por existir situações diferentes, cada família passa a receber o valor proporcional ao que lhe é destinado por necessidade. Dessa forma sua distribuição se torna ainda mais justa.


Como solicitar Bolsa Família?

Cada município em suas respectiva cidades possuem representantes que são responsáveis pelo cuidado e manutenção desse programa. Os familiares terão que nomear um representante para que o mesmo possa fazer a solicitação do benefício.

Esses passos consistem basicamente na entrega das documentações de cada componente que faz parte do grupo, para efetuar o cadastro Bolsa Família 2020.

Por ser preciso está atualizado com o CadÚnico ou Cadastro Único, o interessado deve está comparecendo na prefeitura de sua cidade ou em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo.

Depois disso, como solicitar o Bolsa Família  se torna simples. Devendo apenas fazer a entrega dos dos seguintes documentos à prefeitura:

  • Comprovante de endereço (preferencial ser conta de luz);
  • Certidão de nascimento ou certidão de casamento para casados;
  • Identidade e CPF;
  • Carteira de trabalho;
  • Título de Eleitor;

Comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos, podendo apresentar o documento depois, mas devendo apresentar os nomes e as respectivas séries das escolas.


Resultado Bolsa Família 2020

Assim que essa solicitação é feita, o próximo passo só será aguardar o resultado Bolsa Família 2020. Como o programa está sendo bem delicado com essas novas aprovações, é sempre bom ir em busca desses detalhes.

Resultado Bolsa Família 2020

Como em todos os anos, existe um grande  número de inscritos de forma constante no programa. E por ser um benefício essencial de fato para muitas famílias, essa aprovação pode ser um pouco mais demorada.


Como consultar o resultado Bolsa Família 2020?

Sabendo disso, você pode esperar um prazo de 60 dias para está recebendo alguma carta ou até mesmo os eu cartão Bolsa Família para saque de benefício. Passado esse tempo, você pode tornar  a quem fez seu cadastro para consultar o resultado Bolsa Família 2020.

Caso as informações venham ser negativas, você pode está procurando saber o que motivou esse resultado. Se houver equívocos do programa, você pode fazer uma nova solicitação de cadastro, confirmando as documentações necessárias.


13º do Bolsa Família

Recentemente, o atual presidente aprovou mais um complemento aos beneficiários do programa.

O 13º do Bolsa Família já vinha sendo uma proposta estudada desde a candidatura do Bolsonaro. Depois que algumas medidas de fiscalização foram tomadas, sua aprovação foi feita.

“Nós somos defensores do Bolsa Família. Tanto é que anunciaremos o 13º”, anunciou o presidente a respeito do benefício, a firmando que não haverá reajustes no valor.

Sabendo disso, todos os novos inscritos já passaram a receber essa bonificação no final do ano.

Cartão Reforma 2020: Inscrição, Valor, Cadastro

O governo federal oferece aos brasileiros pertencentes a classe de baixa renda alguns benefícios, como é o caso do cartão reforma 2020. Separamos esse artigo para explicar o que é, como funciona, quem tem direito e como solicitar o cartão reforma 2020.

Cartão Reforma 2020

Cartão Reforma 2020

Se você ficou interessado no assunto, leia atentamente até o final e saiba se você pode ter acesso ao benefício!

Como funciona o Cartão Reforma?

Assim como o Bolsa Família 2020 ou o Chapéu de Palha 2020, Cartão Reforma é um programa social, criado pelo Governo Federal brasileiro.

O objetivo é oferecer condições à famílias de baixa renda de reformar suas casas e melhorar as condições de moradia.

Com esse cartão é possível adquirir os materiais de construção para concluir, reformar e ampliar as obras das unidades habitacionais.

É válido lembrar que não se trara de um financiamento, o valor é subsidiado pelo governo, portanto não existe cobrança de mensalidades.

O titular beneficiário do cartão será responsável apenas pela compra de materiais e mão de obra qualificada, para que a obra seja concluída.


Quem tem direito ao Cartão Reforma?

Como todo programa governamental, o cartão que ajuda na reforma das casas também tem exigências para beneficiar as famílias.

Em primeiro lugar, para que o cidadão seja beneficiado ele deve pertencer a uma família com renda per capita de até R$ 2.811,00.

Depois de estar adequado ao primeiro requisitos, o solicitante deve se encaixar em mais quatro, são eles: 

  • Possuir apenas um único imóvel em todo o território brasileiro;
  • Ser emancipado ou maior de 18 anos;
  • Ser proprietário, detentor ou possuidor de algum imóvel residencial em áreas devidamente regularizadas ou passíveis de regularização;
  • Ser morador do próprio imóvel a ser beneficiado.

cartão reforma 2020

Quem não tem direito?

  • Imóveis concedidos legalmente ou alugados;
  • Imóveis que tenham atividades comerciais;
  • Imóvel em condições de conflito fundiário;
  • Imóveis que se encontram em áreas de risco.

Valor do Cartão Reforma 2020

Como o valor do cartão reforma 2020 ainda não foi divulgado, usaremos como base os valores dos anos anteriores para descriminar o valor para cada ação. Veja:

  • Habitações que não possuam esgotamento sanitário – R$ 1.645,88;
  • Habitações que possuam um número de moradores acima de 3 em cada dormitório – R$ 8.048,18;
  • Habitações que não possuam banheiro ou sanitários de uso exclusivo – R$ 5.009,84;
  • Habitações que não possuam uma cobertura adequada – R$ 4.594,59;

Para a conclusão da reforma de algumas habitações são liberados o valor de R$ 7.000,21 para os seguintes serviços:

  • Instalações elétricas e hidrossanitárias;
  • Conclusão e execução de serviços de revestimentos internos e externos, incluindo pinturas em geral;
  • Reforma e execução de forro e cobertura;
  • Instalação de piso;
  • Adaptação do imóvel para acessibilidade;
  • Colocação de esquadrias.

Em 2018, segundo matéria da Economia Uol, em 2018 foram ofertado até R$ 9.646,00/por família, podendo ocorrer o mesmo em 2020.


Inscrições Cartão Reforma 2020

Antes de realizar se preparar e realizar sua inscrição, é importante pesquisar se o seu município está oferecendo esse cartão, a pesquisa pode ser feita no site oficial.

Se ao lado de “Cartão Reforma (R$)” aparecer “0”, significa que não há recursos disponíveis para esse município, mas se ao lado de “Cartão Reforma (R$)” aparecer algum outro número, significa que esse município deve receber recursos do programa.

✓ Veja como se inscrever no Minha Casa Minha Vida 2020

Tendo o programa na sua cidade, basta seguir os passos abaixo para se cadastrar e receber o cartão que permitirá a aquisição dos materiais de construção

Confira o vídeo com o passo a passo da inscrição clicando aqui!

  • Primeiramente acesse o site oficial;
  • Clique em “Manual para cadastramento de interessados” e leia atentamente todas as informações;

Nesse manual estão contidas todas as informações necessárias que o interessado no cartão deve seguir, bem como toda a lista de documentos que deverão serem apresentados e como enviá-los para serem validados.